Mapa tátil em impressão 3D e a cultura maker do MeViro

Mapas táteis, como o próprio nome sugere, são mapas que auxiliam pessoas com deficiência visual ou de baixa visão a se localizarem em determinados espaços. Devem combinar textos em braille e alto-relevo além de identificação das trilhas táteis no espaço mapeado.

Mapas táteis feitos especialmente para os espaços do Red Bull Station

Durante o festival Red Bull Basement, Marcos Roberto, fundador do projeto MeViro confeccionou durante a oficina Olhar do Toque, mapas táteis portáteis com a descrição dos espaços do Red Bull Station, no centro de São Paulo.

“A ideia é que a pessoa leve com ela o mapa, como se fosse um GPS para que ela não se perca no ambiente e nem tenha que voltar ao local de início, onde geralmente ficam fixados os mapas”, explica Marcos.

Marcos e os alunos durante a oficina de construção dos mapas táteis

A construção desses mapas que podem ser carregados pelo visitante durante seu percusso nos espaços só foi possível pois foram feitos em impressão 3D (nesse caso, em plástico ABS).

Isso também facilita a produção de uma solução assistiva por um número maior de pessoas, sem a total dependência de uma empresa para a confecção do mapa. “É o conceito do MeViro, bem no estilo faça você mesmo”, reforça Marcos, que ainda lembra que essas impressões podem ser feitas em espaços makers como o do Red Bull Basement ou os Fab Labs espalhados pela cidade.

Conheça mais sobre o projeto MeViro
MeViro
MeViro

O MeViro é uma plataforma de projetos assistivos faça você mesmo que conecta pessoas com deficiência e makers.

Para seguir, por favor inscreva-se ou entre

Junto com o MeViro, Marcos é um dos selecionados para a turma de 2017 da Red Bull Amaphiko, e durante esse e o próximo ano, receberá uma mentoria para levar seu projeto para o próximo nível, ao lado de outros 14 negócios sociais.